logoPPVBprpetohor.png

Stress? Aprenda três técnicas respiratórias que ajudam a superar

Quando estamos estressados, o desgaste energético não acontece apenas no nosso corpo físico, mas também no emocional. Você já percebeu que, quando você começa a se acalmar, seus relacionamentos melhoram à medida que você se torna capaz de ouvir com mais empatia, você toma melhores decisões sob pressão e consegue desfrutar da sensação de atenção plena? Uma das técnicas mais simples que ajudam a superar o stress é o foco em trabalhos respiratórios, que aprimora a resposta natural do seu corpo e ajuda você a alcançar clareza, confiança e resiliência. O trabalho respiratório pode ser usado para aumentar o foco e a atenção, elevar o humor, aliviar traumas, melhorar o sono, reduzir a ansiedade e melhorar seu bem-estar geral.


O Per vivere bene selecionou três métodos respiratórios simples que podem ajudar qualquer pessoa a se adaptar a fatores estressantes em situações específicas. "A idéia é usar esse método em qualquer lugar, como no trabalho, para falar em público e em seus relacionamentos", diz Helen Pomposelli, terapeuta sistêmica energética.



Aprenda a respirar pela barriga:


Quando a vida ficar estressante e sua mente começar a disparar, centre o coração e a mente direcionando suavemente o foco mental para a sensação do abdômen se expandindo na inspiração e se contraindo na expiração.


Feche os olhos e desligue o cérebro ocupado ao longo do dia, respirando lentamente algumas vezes, de forma lenta e lenta e enquanto expira, os lábios ficam ligeiramente abertos. Ao focar sua atenção nos movimentos do abdômen, você está construindo uma sensibilidade interoceptiva (a capacidade de detectar com precisão as sensações corporais internas), que pode ser útil para aumentar a intuição, bem como desligar a tagarelice da mente.


Este pode ser um exercício eficaz para apresentar às crianças para acalmar a mente e o corpo também.



Experimente este exercício de respiração:


Nos últimos cinco minutos de suas práticas respiratórias diárias, tente conectar-se ao estresse e deixá-lo ir na expiração. Sinta o estresse na inspiração conectando-se à sua frustração, medo ou perda de controle e libere a emoção negativa na expiração. Repita por dez respirações consecutivas. Veja se você consegue desacelerar sua freqüência cardíaca em três ou mais batidas em cinco respirações. Com a prática dedicada, você será capaz de desacelerar cada vez mais sua frequência cardíaca em uma ou duas respirações. Quanto mais rápido você desacelerar sua frequência cardíaca ao expirar, mais será capaz de se livrar do estresse ao longo do dia.

Aprenda como "virar a chave" emocionalmente:


Lembre-se de uma época em sua vida em que você sentiu uma quantidade incrível de amor. Quais são as palavras-chave que descrevem as emoções que você sentiu no momento? Escolha três momentos diferentes em que você sentiu amor, gratidão ou segurança e anote esses três momentos. Faça dez respirações concentrando-se em uma dessas experiências.


Ao inspirar, inspire pelo nariz e conecte-se a esse estado emocional a partir de suas memórias selecionadas. Conecte-se a essa alegria. Realmente sinta isso em seu coração. Ao expirar, expire pela boca como se estivesse soprando uma sopa e libere o medo. Ao longo do dia, pratique conectar-se a esses momentos para que comece a cultivar a capacidade de mudar para outro estado emocional em momentos de medo e ansiedade indesejados.


Revista Per Vivere Bene