logoPPVBprpetohor.png

Sexual Wellness: Saiba a importância do autoconhecimento sexual para seu bem-estar

Você já ouviu falar em Sexual Wellness? Mais que uma nomenclatura, ele é um movimento que promove o autoconhecimento sexual com foco no bem-estar. O objetivo dessa prática é levar esse assunto que, ainda é tabu, com naturalidade e leveza reverberando em saúde e qualidade de vida. O Per Vivere Bene conversou com a terapeuta integrativa corporal Helen Pomposelli, criadora do selo e com a sexóloga Natali Gutierrez para mostrar como a conexão

com o prazer é libertadora, além de uma grande aliada da saúde.


Por isso, a importância do movimento Sexual Wellness, ao libertar as amarras e incentivar cada vez as mulheres a buscarem suas realizações e desejos. Questionamentos como “quando foi a última vez que me encontrei comigo mesma?” ou “como me relaciono com a sexualidade em meus encontros íntimos?” fazem parte desse momento.


Questionamentos como “quando foi a última vez que me encontrei comigo mesma?” ou “como me relaciono com a sexualidade em meus encontros íntimos?” fazem parte desse momento.

“Sexual Wellness é o bem-estar sexual, naturalizando o tema com toda clareza e significado. O auto cuidado de forma mais profunda em busca de uma verdadeira conexão com quem somos”, comenta Natali Gutierrez, . “Minha dica é fazer reconexões, se questionar - quem sou eu na minha intimidade, como seu sou com meu corpo. A própria masturbação é vista como um momento de relaxamento ou culpa? Essas são algumas questões que, quando respondidas, se tornam aliadas do prazer no Sexual Wellness”, concorda Helen. Para muitos esse tema ainda é considerado um tabu, algo até mesmo proibido, mas o levantamento desse tema no mercado tem resultado em debates positivos. O mercado de produtos eróticos ainda é muito vulgarizado, visto muitas vezes até como algo pecaminoso.


Mas quando há a transformação de mindset, ressaltando os benefícios em especial a saúde pessoal focada no bem-estar sexual, é como se uma chavinha virasse e as pessoas passassem a pensar nisso como uma oportunidade de pensar mais na sua sexualidade e na sua intimidade com carinho e acolhimento, sem medo. “É uma grande oportunidade para mulheres se conhecerem mais , serem mais seguras da sua sexualidade, mais seguras do seu próprio prazer, do que gostam, do que querem, dos seus desejos, das suas fantasias. Eu acredito muito que o Sexual Welness tem o poder de agregar coisas boas principalmente na visão das mulheres”, finaliza Natali


1. Quais são as terapias que são sugeridas no caso de um reequilíbrio com a libido?


Quando temos dúvidas ou questões que não conseguimos esclarecer ou sem saber que caminho seguir quando falamos de sexualidade, é muito importante procurar uma sexóloga, terapeuta sexual ou uma ginecologista natural, esses profissionais sem dúvida entenderão cada caso e seguirão com o melhor atendimento e orientações. Importante ressaltar que cada pessoa é única, cada dor, dúvida e questão é tratada de forma individual. O que se aplica para uma pessoa, provavelmente não vai fazer sentido para outra.

2. no caso da menopausa, quais as dicas que você sugere?


A menopausa é uma grande transição e que causa muitas angustias, medos e duvidas na vida de uma pessoa. Falta informação e conteúdo de qualidade para mostrar que a menopausa não é um monstro e sim uma nova etapa. É importante conversar com especialistas e entender como passar por essa etapa de uma forma leve.


Helen Pomposelli, complementa, " não adianta brigar com o seu corpo nesse momento, a aceitação desta mudança e o começo de um autoconhecimento faz parte do processo do bem-estar natural"


3. me explica como reunir Wellness com a parte sexual e como isso funciona na prática?


Acredito que a forma mais adequada de juntar as duas coisas é se permitindo criar conexões com a própria sexualidade. É o refletir, repensar e reconectar os momentos de intimidade consigo mesma. Entender os pontos que fazem bem e como eles representam o seu bem-estar como um todo. Não tem como criar conexões com a sexualidade e a intimidade se a conexão com as outras vertentes não está bem, se há traumas, se o emocional está abalado. É importante entender o conjunto, que é uma engrenagem e que tudo precisa caminhar junto.

Na prática funciona quando estamos bem resolvidas com o toque na nossa região íntima, quando entendemos nossos desejos, fantasias e vontades. Quando levamos diálogo para nossos pensamentos, quando procuramos entender quais são as questões que nos bloqueiam de seguir a diante. É como se fizéssemos terapia consigo mesmas, entendendo todas as questões, colocando tudo em ordem e entendendo como o bem-estar e a sexualidade caminham juntas e quando usadas em conjunto, são imbatíveis.

4- Dê 4 dicas básicas para uma mulher se sentir bem sexualmente.


1. Tenha um momento sozinha para conversar consigo mesma e se permita entender todas suas vontades, desejos, medos e frustrações. Reflita sobre cada ponto e perceba com cada um desses ponto afeta de forma positiva e negativa sua conexão com a própria sexualidade.

2. Tire um segundo momento sozinha para passear pelo seu corpo. Prepare um ambiente seguro e acolhedor onde você possa se conhecer para além do habitual. Coloque uma roupa confortável, uma bebida que gosta e aquela playlist que te deixe feliz. Vá percorrendo todo seu corpo com as mãos enquanto dança, se olha no espelho e experimenta a bebida que escolheu. Não pense que aquele momento é de contato com a região íntima, pode ser, se vc quiser, mas não pode ser uma obrigação. Deixe seu corpo e mente caminharem juntos e realize as suas vontades. Percorra o caminho sem focar no destino final, pois não é esse o objetivo.

3. O que acha de conhecer mais sobre sua vulva? A ideia é passear as mãos de forma leve e suave para descobrir os estímulos que mais agrada e ir fazendo movimentos que o corpo pede. Essa conexão com o próprio corpo te mostrará como pode ser interessante ter encontros com você mesma.

4. Aplicar as ideias e vontades que vem à cabeça e interagir com a própria sexualidade sempre que tiver vontade e curiosidade. É uma conexão e um relacionamento que vai acontecendo com o tempo. Não tenha pressa, cada encontro será único, mais potente e mais especial. Seja você a sua melhor companhia.

5. porque acha que existe essa procura e qual o seu maior público ?


O meu maior público são as mulheres e que estão cada vez mais buscando a sua potência orgástica e conhecer mais sobre o próprio corpo. Há mais curiosidade e interesse no próprio prazer. Há entendimento que o orgasmo, prazer e desejo sexual não são exclusividades do homem e sim de todas as pessoas.





CONHEÇA AQUI O NOSSO

RETIRO URBANO PER VIVERE BENE COM TERAPIAS PARA SEU MOMENTO

SEXUAL WELLNESS



Revista Per Vivere Bene