logoPPVBprpetohor.png

O potencial curativo dos óleos essenciais

Aromaterapia é a utilização de óleos essenciais 100% puros com o intuito de melhorar o bem-estar físico e psicológico de uma pessoa, já que possui diversos componentes químicos terapêuticos. Esta prática pode ser realizada como terapia complementar ou como medicina alternativa. As propriedades terapêuticas dos óleos essenciais variam, podem ser relaxantes, estimulantes ou equilibrantes. É também uma ciência ligada à química molecular e através de pesquisas realizadas no início do século XX, ficou demonstrado como as moléculas presentes nos óleos essenciais possuem informações químicas que ajudam a manter a saúde e o equilíbrio orgânico.


No começo, pode parecer um desafio, mas você não precisa ser médico, químico ou aromaterapeuta formado para usar de forma eficaz os óleos essenciais. Com alguma orientação, qualquer um pode aprender a incorporar com segurança os óleos essenciais à sua vida diária.” , diz Christina Anthis, autora do recém-lançado Guia completo dos óleos essenciais, da editora Mantra.

óleos que você pode preparar receitas para realinhar diversos desequilíbrios da vida, seja físicos, mentais ou emocionais

Cada vez mais populares, os óleos essenciais são substâncias extraídas de folhas, flores e frutos. Eles possuem potencial curativo, além de serem benéficos para a saúde e no equilíbrio mental, principalmente quando usados em difusores de ambientes e na aromaterapia.

Pesquisamos algumas dicas de óleos que você pode preparar receitas para realinhar diversos desequilíbrios da vida, seja físicos, mentais ou emocionais, e que servem como produtos para o cuidado pessoal e até para a limpeza do lar.


Anotem ai:

Óleo essencial de alecrim: É considerado o óleo essencial amigo da memória. Sabia?Poderoso analgésico e antioxidante e estimulante do SNC (Sistema Nervoso Central), o alecrim traz vigor, fortalecimento, restauração, centramento, autoconfiança, estrutura, concentração e foco. Além de ser benéfico para a pele com lesões, celulite e pediculose, o óleo essencial de alecrim trata, tonifica, cicatriza e reduz a gordura localizada. Óleo essencial de lavanda: Considerado o óleo universal. Um poderoso antisséptico, cicatrizante, analgésico e regenerador celular, o óleo essencial de lavanda tem poder medicinal relaxante, antidepressivo e calmante. Age contra o estresse, ansiedade , medo e depressão. Auxilia no tratamento de cicatrizes e estrias e promove a produção de colágeno.


Óleo essencial de eucalipto: Com origens na China, o óleo essencial de eucalipto é perfeito para a pele, principalmente a oleosa, mas também no caso de queimaduras, feridas, bolhas, mordidelas de insectos, piolhos e infecções cutâneas, em geral. O eucalipto é talvez o mais indicado para o tratamento de constipações e gripes, mas é ainda eficaz contra músculos e articulações doridas. Desintoxicante natural, este óleo revigora o sistema imunitário, circulatório e respiratório. A aromaterapia aconselha o eucalipto como enquanto estimulante mental, que melhora significativamente os níveis de concentração e de produtividade.


Óleo essencial de Sândalo: Originário da Índia e extraído do tronco das árvores, o óleo essencial de sândalo é um dos óleos mais puros, sendo recomendado em terapias de bronquite, laringite e leucorreia. Extremamente eficaz no processo curativo de pele sensível, seca, oleosa e com cieiro, pode ainda ser aplicado em cicatrizes, estrias e varizes. Antídoto perfeito para os soluços, a aromaterapia também sugere a utilização de óleo de sândalo em casos de depressão e stress. Para além das suas características afrodisíacas, melhora os níveis de concentração e funciona com um bom ansiolítico e redutor de ansiedade.




Revista Per Vivere Bene

Copyright © Per Vivere Bene, 2019