logoPPVBprpetohor.png

Natação: saiba os benefícios do esporte para o corpo e a mente

Nadar.

Quem nunca sonhou que estava nadando em águas calmas ou turvas no mar? A água e seus significados. Emotivos, femininos e envolventes. E pensar que nosso corpo é 70% água e é por isso, o grande motivo que nos sentimos tão conectados com esse elemento. Conversamos com profissionais e apaixonados pela arte de nadar para nos ajudar a entender e nos contar um pouco mais sobre esse esporte tão antigo e tão maravilhoso.


Claudia Cadilhe, osteopata e fisioterapeuta da clínica Lach, aponta como um dos grandes benefícios da natação é o estímulo dos sistemas musculoesquelético, cardíaco, pulmonar, vascular e endócrino. Já temos aí uma lista de motivos para cair na piscina já!

“ Nadar significa ganhar tônus muscular, perder peso e ganho de resistência e principalmente ter prazer de estar em contato com a água, pois o esporte estimula ao mesmo tempo vários sistemas do corpo, com pouca sobrecarga nas articulações, evitando lesões articulares”, explica Claudia, que sugere que antes de começar o treino, realizar uma consulta com o médico e um profissional da saúde capacitado para realizar uma avaliação física e checar se você está apto a realizar o esporte.

"Nadar é para quem busca liberdade”

O professor Lucas Sampaio Pinto, da Academia Velox garante resistência! Segundo Lucas, a natação é para todas as idades, desde bebezinho até os idosos. “A natação é o esporte pra todo mundo. Adaptamos o treino para cada história de vida. Além do ambiente ser mais seguro, as pessoas que estão muito tempo parado, começam nadando porque ajuda na capacidade respiratória. Na minha aula eu procuro em geral a parte mais aeróbia, adaptando a respiração com a musculação”, diz. Sobre o melhor horário de nadar, a professora Adriana Maria Barbosa Cirne, também treinadora da Academia Velox, diz que a natação realizada bem cedinho é ótima para quem trabalha muito e para os jovens que estão na fase de provas. Adriana também garante saúde mental e do corpo para mulheres que estão na fase da menopausa.

Renata Curi, professora da Escola de Natação Tubarão e da Rio Sporting, diz que os benefícios da água são muitos e o destaque é que é um dos poucos esportes simétricos, isto é, o que você faz com um lado do corpo, faz com o outro também e é o único esporte que trabalha ritmo e precisão na respiração, por estar coordenado com os movimentos da batida de pernas e movimentos de braços. "Isso difere de outros esportes, onde o aluno respira da forma que achar mais confortável. Com esse ritmo imposto pela coordenação dos movimentos, o sistema cardiopulmonar é e muito exigido e trabalhado, já que a respiração quando nadamos é forçada e não instintiva". Além disso, na água não existe perigo de queda, impacto ou desgaste de articulações, quando praticado sem fins competitivos. Reconhecidamente, sabemos que trabalha todos os músculos. “Desde os músculos da face até as ponta dos dedos dos pés e é também um exercício de constante alongamento, o que favorece o crescimento na puberdade”.

Já na parte emotiva, a natação ajuda a perder o medo e curtir os prazeres que a água proporciona, já que vivemos num país com 8mil km de praias, rios, lagoas, açudes. “Nadar não é um passaporte para estar livre de afogamento, mas as pessoas que nadam passam a conhecer seus limites dentro da água. Cabe destacar ainda, que muitos acham que aprender a nadar é coisa de criança ou só se aprende na infância. Aprender a nadar não tem idade e seu aprendizado evoluiu muito e sempre procuramos seguir padrões máximo de segurança. Como curiosidade, o homem é o único mamífero que precisa passar por um processo de aprendizagem para aprender a nadar. Todos os outros mamíferos nadam por instinto. Quem nada, descobre um mundo novo de prazer, alegria, descontração e segurança. Muitos buscam ainda na natação, bem estar, saúde e pouca exposição, já que não existe um padrão de beleza para a prática da natação. Com o corpo submerso todos se assemelham”

Mais atenção, o ideal é procurar um local adequado, com professores especializados não só na prática da natação, mas na arte de ensinar a nadar, já que existe todo um processo pedagógico, para que o aluno se sinta seguro em realizar as atividades propostas. Além da piscina que não deve ser profunda, tem que ter materiais e equipamentos adequados e uma metodologia de ensino, visando sempre a segurança dos alunos. Ensinar adultos a nadar, não é tarefa para amadores ou curiosos.

“ Quando estou treinando é quase que eu me desligasse do mundo inteiro. É uma meditação ativa e ajuda no preparo físico e mental.

A nadadora Larissa Oliveira, especializada em nado livre e que soma oito medalhas conquistadas em Jogos Pan-Americanos, nada desde que tem um ano de idade é apaixonada pelo esporte. “ Quando estou treinando é quase que eu me desligasse do mundo inteiro. É uma meditação ativa e ajuda no preparo físico e mental. É o meu momento de ficar tranqüila”, diz a nadadora que indica nadar por duas ou três vezes por semana. Segundo a nadadora, a prática ajuda na saúde, como por exemplo na asma, por ser um esporte que foca na respiração, sem impacto e ajuda nas articulações


Água, piscina, mar... Os benefícios são muito semelhantes aos já descritos acima. Na piscina o ambiente é controlado e mais seguro. Já o mar, por ter a densidade maior que o da piscina, oriundo da salinidade, a flutuação fica facilitada. Ressaltamos que todas as situações de nadar, o nadador deve estar acompanhado por um Profissional qualificado, evitando assim, situações desagradáveis. Afogamento não é acidente. É prevenção sempre!


Vamos nadar? A escolha de um maiô é importante e os indicados para prática de esportes como a natação são os sem bojo, em tecido resistente e com forro para não fica transparente! Segundo Sandra Mazal, diretora e estilista da grife Rio Sumer, os maios são desenvolvidos de forma a dar conforto, segurança, flexibilidade e liberdade de movimentos. A marca criou além dos lisos, estampas alegres de acordo com o clima tropical para dar leveza aos modelos mais fechados.

Escolha o seu e vá!









obrigada!

Revista Per Vivere Bene

Copyright © Per Vivere Bene, 2019