logoPPVBprpetohor.png

Mindful Eating: comer e meditar

Falamos com Madalena Pedroza


Por Helen Pomposelli


"O essencial no mindful eating é uma atitude compassiva de amizade e boa vontade"

Madalena Pedroza


Mindful Eating e Auto compaixão, o que tem a ver esses dois temas juntos? Tudo! Principalmente quando se trata de uma nova forma de abordar o ato de se alimentar de maneira plena.


Assim diz Madalena Pedroza, instrutora sênior de Mindfulness pela MTI-Mindfulness Trainings International com certificado em mindful eating, que ministrará encontros que acontece nos próximos dias 7 e 8 de dezembro, em Ipanema, RJ.


Madalena, que estará no Rio, ministrando esse workshop intensivo, nos fala exclusivamente sobre essa metodologia, nos dando de presente 9 dicas para quem quer começar já!


"O workshop é mais intensivo e mais breve. Escolhi dois temas, o mindfulness eating e autocompaixão, porque a alimentação dentro da sociedade está sendo confundida com ansiedade. Perdemos a noção do que é comer saudável. No primeiro dia, trarei noções básica do que seja a mindfullne eating e falarei sobre mindfullness, o fundamento de tudo, sobre atenção plena. A cultura indiana é a fonte de tudo. Mindfulness tem a ver com o budismo que tem sua origem na India", diz Madalena.


Vamos começar?


9 PRINCÍPIOS BÁSICOS :


1- Prestar atenção deliberadamente no que está acontecendo tanto dentro como fora do corpo, coração e na mente.

2 - Prestar atenção no ambiente que circula no lado de fora.

3 - Não ter critica ou julgamento,

4 - Relaxar, soltar, deixar de lado a comparação.

5- Pensamentos vão em bora enquanto comemos.

6 - Ser curioso: Acionado ao interesse, a curiosidade do que está acontecendo nos faz ficar focados no que estamos comendo.

7- Prestar atenção aos cheiros, texturas, sabores, temperaturas e sons da nossa comida.

8 - Focar na 9 fomes: a fome do olhar ( colorido do doce ), fome do ouvido ( sons, propaganda ), fome do nariz ( aromas, cheiros ), fome da boca ( registros de sabor e paladar ), fome do estomago ( ter noção da sua própria fome, esperar a fome chegar ), fome do toque ( não está somente na nossa mão, sensação de toque nos lábios, pele , boca ) fome da mente ( a mente traz todas as regras, deveria ou não deveria, certo ou errado, informação boa ou equivocada, decidimos comer pela fome da mente )

9 - A fome fundamental é a fome do coração, ligada as memórias infantis, festas, casa da vovó, o lanchinho da escola.



" A quietude do Mindful Eating nos dá a oportunidade de acessar todas essas fomes de uma maneira mais clara, mais ampla. A consciência que vem dai, nos traz a liberdade de escolhas. E é essa a

qualidade da atenção plena é o que faz com que a gente tenha espaço interno, para perceber, eu to com fome ou estou ansiosa? que tipo de fome estou? do que estou tendo fome? é meu corpo que quer se alimentar ou é meu coração? a gente muitas vezes confunde as fomes. E ai vamos começar perceber quando a mente se distrai, o tipo de humor que temos pra comer, os impulsos que temos para comer.", diz.


Obrigada, Madalena!



Onde será o curso?

Local: @espaco_conecta em Ipanema - RJ

O evento será disponibilizado para quem quiser participar somente no sábado, ou no sábado e domingo.


Para mais informações: 21 97626-9314



Revista Per Vivere Bene

Copyright © Per Vivere Bene, 2019