top of page
logoPPVBprpetohor.png

Conheça a neuroarquitetura para deixar o seu home office mais criativo e produtivo


A decoração do seu home office pode contribuir muito para a sua concentração, foco e criatividade no trabalho. O que antes, o escritório em uma casa, costumava ser só um cantinho improvisado, utilizado muito de vez em quando, hoje o home office pensado é obrigatório e passou a disputar com a cama o ranking do lugar onde passamos a maior parte do nosso tempo. Isso, exigiu mudanças para deixar o espaço mais agradável e acolhedor.

Estudos científicos já comprovaram que um ambiente mais humanizado, estimulante, confortável e ergonômico pode aumentar a produtividade no trabalho. A arquiteta e urbanista Rafaela Costa, da Criare Campinas, explica que a solução está, como sempre, na ciência. “A chamada neuroarquitetura estuda a influência do espaço físico no bem-estar e na produtividade. Mais que uma questão de estética, dedicar tempo e atenção à decoração de um espaço importante melhora a sua saúde mental. E o resultado desse trabalho, ou seja, a ambientação apropriada, impacta diariamente no bem-estar e aumenta a produtividade”, resume.

Com base nesses estudos, Rafaela dá sete dicas de como planejar um home office que ajude a manter a concentração no trabalho sem perder o conforto e o aconchego da nossa casa.

Ergonomia.


O primeiro passo é escolher móveis adequados a uma postura adequada, já que a pessoa vai passar muitas horas ali. “Mesa, bancada e cadeira têm que ter a altura correta e, de preferência, regulagens para se ajustar às características do nosso corpo. Uma cadeira de qualidade é um investimento que vale a pena, afinal, estamos falando de saúde”, indica.




Organização

Um ambiente organizado evita distrações, facilita a rotina e otimiza o tempo. “A marcenaria é uma grande aliada. Gaveteiros, organizadores de mesas, quadros e/ou lousas, deixam os materiais ao alcance das mãos, mantendo a privacidade. Só de entrar em um lugar bagunçado muita gente já se sente estressada e com vontade de sair dali. Nosso local de trabalho tem que ser justamente o contrário disso, ou seja, atrativo e estimulante”, comenta a arquiteta e urbanista.



Iluminação e climatização

Até a iluminação influencia na produtividade no trabalho. “Lâmpadas e acessórios podem ajudar na concentração. As luzes brancas, chamadas de ‘frias’, deixam o cérebro mais alerta, enquanto as amarelas, ou ‘quentes’ são mais relaxantes e podem até dar sono. O ideal é aproveitar ao máximo a iluminação natural e completar com luminárias, pendentes e perfis, fazendo a luz ‘decorar’ o ambiente. Ainda é mais barato que uma reforma”, explica Rafaela Costa.

Uma temperatura agradável minimiza as interrupções ao trabalho. “Quem consegue se concentrar em um lugar quente ou frio demais? O ideal é manter uma boa ventilação do espaço porque respirar ar fresco também ajuda a focar no trabalho", diz.


Nem tão perto, nem tão longe

Quem vê vantagem no home office conta exatamente com a possibilidade de poder acompanhar mais de perto a rotina da casa e da família, mas é preciso ter o mínimo de privacidade. “É bom evitar instalar o escritório no corredor entre a sala e cozinha, por exemplo, pois é fácil que crianças ou animais de estimação acabem virando estrelas da reunião com seu chefe, mas silêncio completo também pode dar sono e desânimo. O ideal é estar afastado dos cômodos principais da casa, mas perto o suficiente para ouvir e interagir um pouco com a família, sem precisar levantar toda hora e sair do escritório para isso. Também é importante posicionar a mesa de trabalho de uma forma a não expor a intimidade da casa ou dos familiares nas reuniões pela webcam”


Cor é vida e criatividade

Se engana quem pensa que um escritório tem que ser um ambiente frio e neutro. “A ciência também já sabe que tons amadeirados, terrosos e mais quentes criam um ambiente acolhedor e humanizado. O mesmo acontece com algumas cores vibrantes, como tons de verde e azul, indicados para nos manter despertos e criativos sem pesar no ambiente”


Cantinho do descanso

As pausas são indispensáveis para nos manter concentrados e criativos. Diversas técnicas científicas de produtividade recomendam não pular os momentos de descanso. “Quem tem um escritório com um espaço maior pode criar um cantinho de descompressão, ou seja, o lugar daquela pausa para tomar um café e relaxar. Pode ser um sofá, uma poltrona ou até um cantinho de almofadas para sentar por alguns minutos. Decorar esse espaço com obras de arte, fotografias, plantas e objetos afetivos dão mais vida e tornam aquela paradinha mais prazerosa. Para os profissionais criativos, ajuda até a ter aquela ideia nova que vai agradar o cliente”


Transforme seu home office sem gastar muito

1 - Ergonomia: Para um bom ambiente de trabalho é fundamental o uso de cadeiras e bancadas que sigam os padrões de ergonomia; 2 - Organização: além de economizar tempo e facilitar a rotina, tenha tudo à mão com o uso de gaveteiros, organizadores de mesas, quadros e/ou lousas; 3 - Iluminação: se a ideia não é fazer reformas e nem ter muito custo e trabalho, podemos melhorar a iluminação através de luminárias de mesa, pendentes ou perfis; 4 – Climatização: uma boa ventilação ajuda mantém a temperatura sempre agradável e ajuda na concentração e foco; 5 - Privacidade: o escritório deve ficar nem tão perto dos cômodos mais barulhentos da casa, nem isolado a ponto de ficar supersilencioso e monótono; 6 - Cores: se a ideia é estimular a criatividade, tons vibrantes usados de forma correta e pontual podem ajudar a atingir esse objetivo; 7 – Cantinho do descanso: ter um cantinho confortável e divertido para fazer pequenas pausas é essencial para se manter estimulado e criativo no trabalho.


PER VIVERE BENE

コメント


Revista Per Vivere Bene

bottom of page