logoPPVBprpetohor.png

Mãos com energia: Mudras que oferecem bem-estar e saúde

Mudras ( pronuncia-se mudrás) são gestos feitos com os dedos das mãos em conjunto com a respiração para ampliar o fluxo de Prana no corpo. Conforme as antigas escrituras indianas, prana é a energia vital que permeia o cosmo e que absorvemos através do ar. Portanto, os Mudras sintonizam o microcosmo de nosso corpo com as principais energias presentes no universo. Segundo o livro " Mudras que curam" de Sabrina Mesko, esses movimentos tornaram na India, parte indispensável da yoga, a qual visa unir o praticante à energia cósmica e divina.


A autora nos fala que os símbolos das linguagens às mãos são universais e representam paz e amizade. Ela ensina que cada mudra tem um visualização, um mantra, uma oração ou afirmação positiva, um tipo de chakras e até cores, e, antes de fazer um mudra, é necessário estar num lugar tranquilo, onde ninguém possa perturbar, sentar-se numa posição confortável, realizar sempre que sentir que precisa de energia não praticar de estômago cheio e reservar pelo menos três minutos por dia para começar a prática. Mas quando já tiver criado força e capacidade, para manter e evocar sua energia, aumentar para pelo menos trinta minutos durante a meditação.


Há milhares de anos, sábios na India passaram a estudar os efeitos em nosso corpo que cada gesto combinado `a respiração proporcionava. O Mudras canalizam um fluxo energético específico para determinada área do cérebro que, por sua vez, age por meio de reflexos nos órgãos sensoriais, tendões e veias das glândulas. A prática beneficia nosso potencial de saúde e de cura.


A professora de yoga Adriana Camargo diz que o nosso corpo, de acordo com a filosofia do Yoga, é como um microcosmo composto dos cinco elementos que, por sua vez, estão relacionados com nossos sistemas fisiológicos: o Fogo (Agni), Ar (Vayu), Éter (Akasha), Terra (Bhumi) e Ar (Jala). "Quando estes elementos estão presentes na proporção ideal, a nossa saúde estará equilibrada. Um meio de atingir esse equilíbrio é através do Yoga. 


"Já para o Mudra, os dedos estão relacionados com os cinco elementos. O dedo mínimo representa a água, o anular a terra, o médio o espaço, o indicador o ar e o polegar o fogo. As combinações dos dedos, assim como a posição deles (esticado, flexionado, etc.), permitem uma grande variedade de opções de conexão com as energias primordiais do Universo", diz Adriana.


Segundo Adriana, existem vários tipos de Mudras, e cada um deles traz benefícios diferentes, de acordo com as nossas necessidades. "Vou listar alguns dos principais Mudras básicos aqui:

1 - Jnana Mudra, atua no Sistema Nervoso:

Esse Mudra equilibra os dois hemisférios cerebrais, e acalma o sistema nervoso.

Una a ponta do polegar com a ponta do dedo indicador, fazendo um círculo,  e estique os todos os outros dedos.

2-Varun Mudra, atua no  Sistema Muscular:

Esse Mudra aumenta a flexibilidade e a a hidratação dos músculos. Una a ponta do polegar com a ponta do dedo mínimo com a ponta do polegar e estique todos os outros dedos unidos. 


3- Prana Mudra, atua no Sistema Respiratório:

Esse mudra facilita a expansão total  e a utilização completa dos pulmões e de todo o sistema respiratório. Junte a ponta do polegar com as pontas dos dedos mínimo e anular,  e estique os dedos médio e indicador unidos.

4- Kapota Mudra, atua no Sistema Cardiovascular:

Esse Mudra traz um sentimento de alegria e bem estar e trabalha na abertura do coração no nível emocional. Junte as palmas das mãos unindo as pontas dos dedos  e abra um espaço entre elas com as laterais dos dedos polegares e mínimos das duas mãos unidas. 

5- Hakini Mudra, atua no Sistema Endócrino: 

Esse Mudra gera o equilíbrio da glândula pituitária, que é responsável por regular todo o sistema endócrino. Junte as pontas de todos os dedos com as mãos  afastadas. 

"Faça o Mudra  de acordo com sua necessidade específica durante 5 a dez minutos inicialmente, esse tempo poderá ser aumentado com a prática. Utilize essa ferramenta milenar para trazer mais energia, saúde e equilíbrio no seu dia a dia. Logo você já sentirá a diferença do seu corpo físico e mental", ensina Adriana.

Revista Per Vivere Bene