logoPPVBprpetohor.png

Você lembra de um dia estar parado ali, na beira de um abismo para pular?

Você lembra de uma dia estar parado ali, na beira do trampolim e sem coragem para pular? Cada segundo que você resistiu, mas ao mesmo tempo, que você sabia que não queria desistir de pular e de se arrepender. A coragem é como um músculo que faz parte do chacra base que te movimenta de baixo para cima, como o fogo da criatividade! A dica para enfrentar o medo é encarar a sua coragem e começar se desafiando.


Pense no medo como um sinal bom onde deveríamos nos alegrar com esse movimento que é o início de tudo. O truque é distinguir entre diferentes tipos de medo. Você está com medo por um motivo - porque precisa se proteger - ou o medo está bloqueando seu crescimento. Se é o último, é hora de um desafio. Você não precisa pular de asa delta amanhã, mas quanto mais você faz uma coisa assustadora, mais cresce sua auto-estima. E quanto mais interessante sua vida fica.


Dance como se ninguém estivesse assistindo! Liberte-se sobre as opiniões dos outros. Sintonize como você está se sentindo (isso é o que você quer? É bom para você), não sobre o que alguém pode pensar sobre isso. E lembre-se: na maioria das vezes, você nem sabe o que está pensando. Então, por que se preocupar com isso? Dance!


Cometa erros! O medo do fracasso pode impedi-lo de fazer coisas empolgantes. Mas se você nunca cometer erros, isso significa que você nunca corre riscos - e sua vida será muito chata. Quanto mais erros você cometer, mais você aprende e mais cresce.


Por Helen Pomposelli

Revista Per Vivere Bene

Copyright © Per Vivere Bene, 2019